segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Saudade!

"Pois é que assim em ti eu me atirei
e fui te encontrar pra ver que eu me enganei

E de ter brincado sobre a sinceridade e dizer
Quase tudo quanto fosse natural.
Eu fui praí te ver, te dizer.

Deixa ser como será quando a gente se encontrar.
No pé o céu de um parque a nos testemunhar.
Deixa ser como será eu vou sem me preocupar.
E crer pra ver o quanto eu posso adivinhar

De perto eu não quis ver que toda anunciação era vã
fui saber tão longe mesmo você viu antes de mim.

E agora o que sobrou?
Um filme no close pro fim.

Deixa ser como será, tudo posto em seu lugar.
Então tentar prever serviu pra eu me enganar.
Deixa ser como será, eu já posto em meu lugar.
Num continente ao revés, em preto e branco em hotéis,
Numa moldura clara e simples sou aquilo que se vê.
"


RETRATO PRA IAIÁ (modificada por mim)
Marcelo Camelo e R. Amarante


Já fazia algum tempo que eu não escutava Los Hermanos...é deu saudade!
E essa música diz muito...

É isso!

PS: Lá Feliz Aniversário!!


Brasília, 15 de dezembro de 2008.




sexta-feira, 3 de outubro de 2008

andando por aí...

É sempre assim....um dia a gente acorda e percebe que nem sempre precisamos ficar fazendo aquilo que não gostamos. Então percebemos que a vida pode ser diferente, e tudo que acontece hoje é reflexo do que foi feito no passado, e percebemos que nem sempre fomos boas pessoas, não ajudamos quem precisava, não amamos quem deveríamos ter amado, sofremos sem necessidade e não plantamos coisas boas....depois colhemos sofrimento, e perguntamos até pra Deus, o porquê de tudo aquilo estar acontecendo...
Mas temos que pensar que por mais que não pedimos para aquelas coisas acontecerem, agimos de tal forma que foi entendido que queríamos que aquilo acontecesse, pois não é somente o que falamos que reflete no que vai acontecer daqui pra frente, é principalmente a forma como agimos...

Só uma pequena reflexão...por causa de tudo que acontece nas nossas vidas!

Faz tempo que não apareço por aqui...espero poder voltar mais vezes e com mais frequência!
Até!


Goiânia

Ao som de Elis Regina

terça-feira, 29 de abril de 2008

o que será agora?

Naquele dia ela estava pensativa...
Pensava em tudo que já aconteceu na sua vida e o que ela conseguiu aprender de verdade...aprendeu com seus erros? Nem sempre...aprendeu com os erros de seus pais? Dificilmente...mas mesmo assim ela tenta não repetir esses erros...
Só que na teoria tudo é bem mais fácil, na hora de viver e colocar em prática toda a teoria na sua caminhada da vida é difícil...mas quem disse que viver, que crescer seria fácil? Só não avisaram que seria tão difícil...mas a gente um dia acaba aprendendo.Acaba acostumando a fazer aquilo que a gente não gosta...mas será que isso tem que ser normal na nossa vida? Acostumar a fazer o que não gosta?Acostumar a sofrer e ficar mal por estar sempre tendo que fazer algo que não gosta mas que precisa ser feito?
Isso tudo é muito confuso...e a deixa confusa.
Tem dias que ela olha pra frente e não consegue ver aquilo com que sempre sonhou se realizar e isso a machuca muito.
Tem dias que ela não sabe mais o que fazer para poder continuar tendo forças pra fazer o que não gosta e ver tudo tão distante...

Isso é a vida?Isso é crescer?
Se ela soubesse que seria assim teria escolhido não crescer...mas nem sempre temos escolha não é mesmo?

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Miss Imperfeita

Estou um pouco sem inspiração...queria ter continuado a historinha...ter contado outras coisas...mas agora já passou muito tempo. E agora não quero falar da minha vida...recebi esse texto por e-mail e gostei muito...vou compartilhar por aqui...não quero encaminhar essa mensagem para os meus contatos...quero deixar aqui pra quem quiser entrar e ler...e é isso...


Miss Imperfeita

'Eu não sirvo de exemplo para nada, mas, se você quer saber se isso é possível, me ofereço como piloto de testes. Sou a Miss Imperfeita, muito prazer. Uma imperfeita que faz tudo o que precisa fazer, como boa profissional, mãe e mulher que também sou: trabalho todos os dias, ganho minha grana, vou ao supermercado três vezes por semana, decido o cardápio das refeições, levo os filhos no colégio e busco, almoço com eles, estudo com eles, telefono para minha mãe todas as noites, procuro minhas amigas, namoro, viajo, vou ao cinema, pago minhas contas, respondo a toneladas de e-mails, faço revisões no dentista, mamografia, caminho meia hora diariamente, compro flores para casa, providencio os consertos domésticos, participo de eventos e reuniões ligados à minha profissão e ainda faço escova toda semana - e as unhas! E, entre uma coisa e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada, mas não uma workaholic. Por mais disciplinada e responsável que eu seja, aprendi duas coisinhas que operam milagres.

Primeiro: a dizer NÃO. Segundo: a não sentir um pingo de culpa por dizer NÃO. Culpa por nada, aliás.

Existe a Coca Zero, o Fome Zero, o Recruta Zero. Pois inclua na sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum profeta adentrou a sala da maternidade e lhe apontou o dedo dizendo que a partir daquele momento você seria modelo para os outros. Seu pai e sua mãe, acredite, não tiveram essa expectativa: tudo o que desejaram é que você não chorasse muito durante as madrugadas e mamasse direitinho.

Você não é Nossa Senhora. Você é, humildemente, uma mulher.

E, se não aprender a delegar, a priorizar e a se divertir, bye-bye vida interessante. Porque vida interessante não é ter a agenda lotada, não é ser sempre politicamente correta, não é topar qualquer projeto por dinheiro, não é atender a todos e criar para si a falsa impressão de ser indispensável.

É ter tempo. Tempo para fazer nada. Tempo para fazer tudo. Tempo para dançar sozinha na sala. Tempo para bisbilhotar uma loja de discos. Tempo para sumir dois dias com seu amor. Três dias. Cinco dias! Tempo para uma massagem. Tempo para ver a novela. Tempo para receber aquela sua amiga que é consultora de produtos de beleza. Tempo para fazer um trabalho voluntário. Tempo para procurar um abajur novo para seu quarto. Tempo para conhecer outras pessoas. Voltar a estudar. Para engravidar. Tempo para escrever um livro que você nem sabe se um dia será editado. Tempo, principalmente, para descobrir que você pode ser perfeitamente organizada e profissional sem deixar de existir.

Porque nossa existência não é contabilizada por um relógio de ponto ou pela quantidade de memorandos virtuais que atolam nossa caixa postal. Existir, a que será que se destina? Destina-se a ter o tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda muito antiga. Acredita que, se não for super, se não for mega, se não for uma executiva ISO 9000, não será bem avaliada. Está tentando provar não-sei-o-quê para não-sei-quem. Precisa respeitar o mosaico de si mesma, privilegiar cada pedacinho de si. Se o trabalho é um pedação de sua vida, ótimo!

Nada é mais elegante, charmoso e inteligente do que ser independente. Mulher que se sustenta fica muito mais sexy e muito mais livre para ir e vir. Desde que lembre de separar alguns bons momentos da semana para usufruir essa independência, senão é escravidão, a mesma que nos mantinha trancafiadas em casa, espiando a vida pela janela.

Desacelerar tem um custo. Talvez seja preciso esquecer a bolsa Prada, o hotel decorado pelo Philippe Starck e o batom da M.A.C.

Mas, se você precisa vender a alma ao diabo para ter tudo isso, francamente, está precisando rever seus valores. E descobrir que uma bolsa de palha, uma pousadinha rústica à beira-mar e o rosto lavado (ok, esqueça o rosto lavado) podem ser prazeres cinco estrelas e nos dar uma nova perspectiva sobre o que é, afinal, uma vida interessante'.

(Martha Medeiros)

terça-feira, 25 de março de 2008

...

Pausa pra postar uma coisinha engraçada....
A historinha terá continuação...



Goiânia
Ao som da TV...

sexta-feira, 21 de março de 2008

o dia

Um dia aquela garota que nunca sai de casa resolver ir dar uma volta...
Ela estava feliz e esperava que fosse tudo perfeito, mas acho que ela esqueceu que nem tudo é perfeito e nem sempre pode ser perfeito...
Se arrumou, colocou aquela roupa que ela adorava vestir e pensou "hoje a noite será muito boa, vou sair de casa depois de muito tempo e me divertir muito!"
Ela ainda não sabia o que poderia e iria acontecer....



Eu havia dito que mudaria meu blog...eis o começo da mudança!
A história continua no meu próximo post...prometo não demorar a continuar!
Hoje estou bem, não estou chata e estou com algumas esperanças...
*Nanazinhaaaa te amo muito!

xD

Goiânia
Ao som de Coldplay - The Scientist

quarta-feira, 19 de março de 2008

Para o Fernando!

Hoje não vou falar de mim!

Conheci essa pessoa deve fazer uns 8 anos...coomeçamos a conversar no mirc, depois descobrimos que morávamos perto e acabamos nos conhecendo de uma forma muito legal...
Lembra Fernando...você e o Marlus foram lá em casa a noite e eu e a Larissa saímos pra conversar com vocês e aí meu pai chegou de um casamento que ele tinha ido...
A gente quase não conversou naquele dia, acho que ficamos com vergonha mas depois acabos ficando muito amigos!
E às vezes a gente fica um tempo sem se falar e depois voltamos a conversar e continuamos amigos como sempre...ou nem sempre...num é?
Só quero dizer que tenho sorte de conhecer uma pessoa tão especial, atenciosa, preocupada e amiga!Você é um garoto que merece tudo o que existe de bom nesse mundo!
Ainda bem que te conheci e que você teve paciência comigo!
Te adoro muito!
E fico sempre esperando suas respostas...
é isso....espero que você entre e leia!

Acho que consegui!

Goiânia

Hoje não interessa o que estou ouvindo!

segunda-feira, 10 de março de 2008

olha pela janela

"A vida é bela
basta apenas
olhar pela janela"

Palavras de um amigo muito especial que sempre me escuta e ajuda quando não estou bem, quando estou chata, quando não quero conversar....

Quando ele me falou pra olhar pela janela...pensei, aff mas a visão da minha janela não é bonita...
Então ele me explicou que quem faz a visão da minha janela sou eu. Uns dias a gente observa, outros a gente molda.


Pensando em algo mais amplo, a vida também é assim....nós vemos tanta desigualdade, tanta coisa ruim, tantas pessoas estranhas, egoístas, falsas, corruptas...mas se deixarmos o ruim nos contaminar vamos ter uma vida medíocre e sem alegrias! Apesar de tudo de ruim e injusto que existe no mundo, há também coisas boas, pessoas boas, amáveis, solidárias, sinceras, honestas...Temos que nos contaminar com o sentimento da alegria, do amor para podermos viver melhor, viver de uma forma que seja válida, e que contribua para um mundo melhor!

Talvez isso seja difícl na prática, mas temos que tentar, e se cairmos temos que levantar, temos que rir de nós mesmos...e isso não é uma receita de livro de auto-ajuda...

xD

Eu disse que minha chatisse ia passar...passou pouco depois que postei e hoje não fiquei me sentindo uma pessoa chata!

Wanderson, muitíssimo obrigada por tudo!
Lázinha, te amo muito. Sempre estarei com você!


Goiânia
Ao som de Marcelo Camelo - O mundo aos meus pés

sábado, 8 de março de 2008

...

Quero postar mas realmente não sei o que escrever...
Estou me sentindo uma chata!
Não gosto de me sentir assim, mas também não consigo controlar. Por esse motivo vou colocar a letra de uma música que eu gosto muito.


O Velho e o Moço (Rodrigo Amarante)

Deixo tudo assim.
Não me importo em ver a idade em mim, ouço o que convém.
Eu gosto é do gasto
Sei do incômodo e ela tem razão quando vem dizer que eu preciso sim de todo o cuidado.
E se eu fosse o primeiro a voltar pra mudar o que eu fiz, quem então agora eu seria?
Tanto faz que o que não foi não é.
Eu sei que ainda vou voltar... mas eu quem será?
Deixo tudo assim, não me acanho em ver vaidade em mim. Eu digo o que condiz.
Eu gosto é do estrago.
Sei do escândalo e eles têm razão quando vêm dizer que eu não sei medir nem tempo e nem medo.
E se eu for o primeiro a prever e poder desistir do que for dar errado?
Ah, ora, se não sou eu quem mais vai decidir o que é bom pra mim?
Dispenso a previsão!
Ah, se o que eu sou é também o que eu escolhi ser aceito a condição.
Vou levando assim que o acaso é amigo do meu coração quando fala comigo, quando eu sei ouvir...

É isso aí!


Goiânia

Ao som de Los Hermanos

sexta-feira, 7 de março de 2008

xD

Ahhhhhhh!

Que saudade de escrever aqui....
Queria ter algo muito legal para escrever...mas ainda estou na mesma...não conseguirei mudar como escrevo ainda...
Bom...novidades...
Mudei.
De novo?
É de novo!
Estou trabalhando!
O bom até agora foram só algumas pessoas legais que conheci e é claro um pouco do que recebi por uns dias trabalhados...
Gosto muito de conhecer novas pessoas...e perceber que existem tipos de pessoas que eu nunca imaginei que pudessem existir...e perceber que ainda existem muitas pessoas boas e que têm alguma afinidade comigo!
Eu não gosto muito de não gostar do que estou fazendo e nem de não gostar muito do ambiente que trabalho às vezes. Tá eu sei que nem tudo pode ser perfeito...mas preciso melhorar esse meu humor que às vezes me mata e eu acabo querendo matar todo mundo!
Aff....

Mudando um pouco de assunto...
Uma frase legal que tinha em um livro que acabei de ler essa semana...
"Quem pensa muito se atormenta demais"
Sinceramente pensei muito nisso e percebi que às vezes isso é realmente verdade....mas acredito que o problema não está em pensar...mas sim naquelas pessoas que pelo menos parecem não pensar...
=X

Por enquanto é isso!

Goiânia

Ao som de Within Temptation - The truth beneath the Rose

sábado, 12 de janeiro de 2008

é isso

"Quero ter mais paciência!
Quero errar!
Quero aprender!
Quero acertar mais que errar!
Quero ter esperança!
E não quero nunca deixar de sonhar!"

Sei que posso consegui essas coisas que quero e com certeza, já estou tentando controlar um pouco a minha falta de paciência com algumas coisas...e sinceramente é bem difícil.
Já errei sim nesses 12 dias desse novo ano...mas certamente aprendi também com esses erros e com certeza com esse aprendizado eu vou errar menos agora...
Aprendi que quando uma pessoa te magoa você deve falar pra ela na hora pra depois você não sair como mentirosa ou como a pessoa que está inventando coisas...porque ser humano é estranho mesmo, fala as coisas na hora te magoa e depois diz que não falou que não era a intenção...tudo bem pra mim que sempre esqueço e desculpo as pessoas...o difícil é quando a pessoa não é tão maleável...mas tudo bem!
Já passou!

Esperança...com certeza estou cheia de esperanças...mas não quero ficar falando de mim, não agora.
Sonhos...sei o que quero da minha vida e muitas coisas ainda são sonhos, mas também sei que tenho a capacidade de realizá-los.


Quero mudar um pouco esse blog...deixar ele menos egocêntrico e postar nem sempre coisas que eu penso ou que aconteceram verdadeiramente...
Será que vai funcionar?
Não sei, mas acredito que vou mudar!

Obrigada as pessoas que sempre vêm aqui olham, comentam, até aquelas que não comentam...obrigada!

Até!

Goiânia
Ao som de Pensa em Mim (Magrela)

Twitter Updates